A importância da sustentabilidade para o setor de materiais de construção

fev 14, 2019Construção, Fornecedores, Indústria, Lojas, Materiais para Construção, Meio Ambiente, Processos de Fabricação

A importância da sustentabilidade para o setor de materiais de construção

14 fev, 2019 | Construção, Fornecedores, Indústria, Lojas, Materiais para Construção, Meio Ambiente, Processos de Fabricação

A fabricação e a comercialização de materiais para construção sempre teve a preocupação com a sustentabilidade. 

Com a promulgação da Política Nacional do Meio Ambiente, o setor foi obrigado a criar medidas específicas para minimizar os impactos ambientais. 

De lá para cá, os controles ambientais passaram a ser “regra geral” e um diferencial competitivo de mercado para fabricantes e lojistas.   

Em meados de 2005, com a exigência da utilização de selos ambientais para edifícios verdes, a indústria aprimorou seus produtos.

Assim, o setor varejista teve que se adaptar às novas exigências de mercado e tirar novos certificados.

As Certificações LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) tornaram-se uma das principais exigências. 

Certificações LEED (Leadership in Energy and Environmental Design)

Para atender a demanda do mercado internacional o setor de materiais de construção, precisou adotar o selo green building.

A iniciativa acabou dando origem às certificações LEED, criadas nos Estados Unidos e o carro chefe das certificações ambientais mundiais. 

O LEED v2 foi a primeira versão do selo norte-americano utilizada no Brasil e tinha um capítulo específico para materiais de construção.

Hoje a certificação LEED está em sua versão 4 (lançada em 2016). Esta versão traz ferramentas avançadas para análise dos materiais e fornecedores.

Os destaques ficam para a Análise de Ciclo de Vida (ACV) dos materiais.

O ACV visa mensurar os impactos ambientais dos produtos desde a extração das matérias-primas até sua disposição final. 

Além das ACV’s, os novos requisitos da certificação LEED v4 incluem critérios para a análise do grau de transparência dos fabricantes.

Existem capítulos específicos sobre as medidas de sustentabilidade adotadas ao longo dos anos.

E do seu comprometimento com a melhoria contínua, por meio de Relatórios de Sustentabilidade Corporativos.  

A análise da toxicidade dos produtos ganha grande relevância e a transparência para o consumidor final também. 

Conhecer as exigências da nova certificação e aplicá-las de forma prática é indispensável nos dias de hoje.

Arquivos

Categorias

Pin It on Pinterest

Share This